Page 177 of 202

Paganismo e Bruxaria

Continuando nossa viagem, hoje vamos entender a bruxaria nos tempos modernos e celebrações.

Paganismo e Bruxaria

Do latim “paganus”: literalmente, “homem do campo”, “camponês” ou “aldeão”. Cultuam a natureza e são isentos das leis de religiões, também não são ateus. Não são satanistas!. Muita gente acha que pagãos são satanistas, e isto é um erro grande e repleto de preconceito. Nos sites que procurei explicam que o demônio é uma crença da Igreja Católica e de outras correntes do Cristianismo, ou seja, se não acreditam em demônio, não há como cultuá-lo.

O paganismo tem várias vertentes, como o Druidismo e o Asatru, e assim é a Bruxaria, que tem Wicca como uma de suas vertentes. Quem pratica esta crença sempre leva em consideração a Lei Tríplice, que diz que tudo que se deseja ao próximo, volta três vezes à quem deseja, por isso devemos gerar bons pensamentos e fazer todas as coisas sempre para o bem de todos os envolvidos.Homens e mulheres são tratados como iguais, porém a mulher sempre é enfocada, já que dela provém toda a vida. Acho bem interessante esta visão do mundo do lado matriarcal, que viemos de uma mãe e a ela devemos servir.

Celebrações

Quem segue a bruxaria também tem rituais e celebrações, que se chamam Sabbats. Os Sabbats são antigos rituais que celebram a passagem do ano de acordo com as estações do ano, épocas de colheita e lactação de animais, e a celebração de cada Sabbat é uma experiência espiritual intensa e sublime que permite aos bruxos permanecerem em equilíbrio harmonioso com as forças da Mãe Natureza. Os quatro principais são chamados de Imbolc (Candlemas), Beltane, Lammas (Lughnassad) e Samhain. Os quatro menores são Ostara (Equinócio de Primavera), Litha (Solstício de Verão), Mabon (Equinócio do Outono) e Yule (Solstício de Inverno). Um deles é bem conhecido por todos nós e está mais presente do que imaginamos. O Samhain marca a passagem do ano celta e início do inverno (no caso no hemisfério norte) e acreditava-se que esta época as almas retornavam para casa para visitar os familiares, buscar alimento e se aquecerem-se. Daí surgiu o tão famoso Halloween, quando as pessoas colocavam suas Jack O’Lanterns para espantar os espíritos ruins.

As Bruxas e A Inquisição


Que tal nossa viagem pelo mundo das bruxas? Gostando? Bem, hoje vamos falar sobre como as bruxas, ou pelo menos as taxadas como uma, eram tratadas.

A Inquisição

A inquisição surgiu na Idade Média, durante o século XIII, pela Igreja Católica Romana, por um decreto papal de 1233 que oficializava a lei do Vaticano. Os tribunais surgiram para julgar pessoas que eram consideradas uma ameaça as doutrinas desta religião. As pessoas que eram caçadas e julgadas eram condenadas à prisão ou então recebiam pena de morte. As formas de se cumprir a pena de morte eram das mais variadas, indo de torturas(onde os torturados confessavam coisas absurdas, por que será?), dilacerações e ossos quebrados, até os mais “sortudos”, que tinham as cabeças cortadas e os corpos queimados até virarem cinzas. AH! E haviam também os que eram queimados vivos nas fogueiras em plena praça pública, com madeira verde para prolongar o sofrimento. Quanta coisa linda né?

A coisa chegou a tal ponto que qualquer um que interpretasse o Novo Testamento de uma maneira diferente era perseguido e caçado. Assim foi com uma seita chamada Waldenses. Eles fugiram para os alpes alemães, porém foram cercados e 110 mulheres e 57 homens foram condenados e queimados vivos. O grau de loucura era tanto que o riso, isso mesmo RIR, foi declarado como uma emanação do diabo. E podemos observar isso em histórias infantis da época: a mocinha sempre estava tristonha e sofrida, e a bruxa sempre dava gargalhadas. No final, é claro, a bruxa (as gargalhadas) levavam a pior.

As pessoas que eram condenadas nunca poderiam saber quem as delatou, e isso era maravilhoso para a igreja, já que pessoas cheias de posses eram simplesmente acusadas, tinham seus bens confiscados, e nunca saberiam quem as denunciara.

As Mortes

As mortes começaram a ficar incontroláveis em meados de 1600, quando vilas e povoados inteiros eram queimados e dizimados. Segundo alguns relatos, Benedict Carpzov, o inquisidor da Saxônia, assinou nada mais nada menos que 20 mil penas de morte.

Os documentos destes “tribunais” desapareceram, e é lógico que nunca vão aparecer, e com isso não há um número certo de mortes. Um documento atual do Vaticano diz que a inquisição não foi tão ruim como parece, e “apenas” 50 mil pessoas foram mortas nas fogueiras taxadas de hereges, porém outros dados mostram que 9 milhões de pessoas foram mortas, em países como Alemanha, Espanha, Portugal, Países Baixos e Itália.

Dia das Crianças

Feliz Dia das Crianças pra todos que se sentem crianças!!

Olha eu e meu maninho que tchuco tchuco!

As Lendas e As Bruxas

Como expliquei no post de quinta-feira, resolvi criar uma tag que tivesse mais conteúdo aqui no blog, e decidi criar a “Semana em Série”, falando durante uma semana sobre algum assunto. Esta semana escolhi o tema BRUXAS, por estarmos em outubro, o mês dessas criaturas tão místificadas.

Introdução

A palavra bruxa vem do sâncrito e significa “mulher sábia”. Uma das teorias do “surgimento” das bruxas, vem da idade média, quando qualquer mulher que conseguisse poder passava a ser considerada bruxa. Elas também conheciam as ervas e onde deviam ser empregadas, e utilizavam este conhecimento nos vilarejos onde moravam. Porém com a chegada do Cristianismo e com a sociedade se tornando patriarcal, a mulher foi colocada em segundo plano tendo que se tornar cada vez mais submissa. Algumas mulheres se rebelaram e começaram a lutar para conseguir reconhecimento, incomodando o poder religioso. Assim bastava uma mulher acordar mais tarde que o marido já a acusava de estar sonhando com demônios, e chamava-a de bruxa.
A segunda teoria vem dos tempos neolíticos, quando eram realizados rituais simbólicos. Desenhos em pedras mostram adoração as Deusas da fertilidade dos povos primitivos. E não há sinais de rituais que envolviam sacrifício, como é observado na cidade suméria de Ur, onde cortejos acompanhavam o rei para a morte, mas estes relatos já são do tempo patriarcal.

A Lenda

Dizem que quando um casal tem sete filhas (sem que haja algum menino nascido entre elas) a primeira ou a última será uma bruxa. Para evitar isso a primeira deve ser madrinha da última, quando esta for batizada.
Dizem que bruxas tem pacto com o demônio, lançam mau-olhado, acarretam enfermidades etc. Costumam transformar-se em mariposas e penetram nas casas pelo buraco da fechadura. Tem por hábito chupar o sangue das crianças ou mesmo de pessoas adultas, fazendo-as adormecer profundamente. A marca do chupão deixado na pele, chama o vulgo de “melancolia”.

Fonte: JBruxas e Rosane Volpatto

Download de trilhas Disney

Ok, ok, sei que já postei sobre isso esta semana, mas me senti na OBRIGAÇÃO de vir aqui e contar este blog maravilhoso que eu achei.

Eu sempre estou em busca das trilhas da Disney. Admito, não é uma coisa fácil de se achar, ainda mais quando queremos a versão português, já que essas são as que ficam tilintando na cabeça da gente. Bem, hoje em uma crise de “quero ouvir todas as músicas da Disney no You Tube” achei o blog, o blog que viria a me trazer toda a alegria que eu queria, e ele se chama Trilhas Disney. Ele é criado e mantido pelo Nicolas Marlon, um rapaz de 16 anos supoer determinado e APAIXONADO por Disney, mixagem e edição de som.  Você não está acreditando, né? Poisé, eu quase cai pra trás, pois ele tem TODAS as trilhas que eu procurava há tempos, principalmente as do Alan Menken, que pra quem não sabe, é o mestre das músicas da Disney. É mestre porque ele fez as trilhas de Pequena Sereia, Aladdin, Bela e a Fera (que ganhaam Oscar), Pocahontas, Encantada, Mudança de Hábito (tá esse não é Disney, mas eu AMO!) e muuuuitos outros. O cara é fera e o Nicolas também, por disponibilizar todo esse conteúdo pra nós.

Agora com licença que vou ali baixar a trilha do Hércules e da Espada Era a Lei. *momento Dianeymaníaca off*

Desenho – Caderninho de Quinta #6

Dalmo, Thay e eu, a vela oficial. Só assim pro Dalmo prestar atenção na Thay…

« Older posts Newer posts »

© 2014 Chocottone.com

Theme by Anders NorenUp ↑